Margareth
Menezes

Nascida em Salvador, Margareth Menezes encanta com seu estilo musical e movimento afro-brasileiro. Com mais de 14 álbuns, somando 21 turnês internacionais, sua música apresenta elementos africanos, indígenas, brasileiros, e claro, o pop.  Sendo a maior representante dessa cultura, em 2005 lançou o movimento Afropop brasileiro, que traduz todo seu estilo musical e filosófico.

Margareth iniciou sua carreira no teatro e chegou atuar em várias peças pela Bahia. Em 1985 se lançou no meio musical através de LP (discos de vinil), quando gravou seu primeiro single “Faraó – Divindade do Egito”, de Luciano Gomes, a convite de Djalma Oliveira. A música vendeu mais de 100 mil cópias, e desde então sua carreira foi ganhando cada vez mais reconhecimento nacional e internacional. Seus álbuns foram lançados por todo Estados Unidos e Europa. Em 1990 saiu em sua primeira turnê internacional “Rei Momo”, a convite de David Byrne.

O primeiro trabalho com seu nome ficou conhecido pelo samba-reggae “Elegibô – Um Conto de Ifá” de Rey Zulu e Ythamar Tropicália. O álbum rendeu o Troféu Imprensa por melhor disco e melhor cantora em 1988. Nos anos seguintes a cantora foi indicada ao Grammy Latino, por melhor álbum brasileiro de pop, e ao Grammy Awards como melhor álbum de World Music e música regional brasileira. Em 1991 lançou o disco “Um Canto pra Subir”, 1993 “Kindala”, com participação de Jimmy Cliff, 1994 “Luz Dourada”, 1995 “Gente de Festa” que contou com participações de Maria Bethânia e Caetano Veloso. No verão baiano de 2003 sua carreira ficou marcado pelo hit “Dandalunda” com produção de Carlinhos Brown e Alê Siqueira e no mesmo ano lançou seu primeiro álbum ao vivo “Tête-à-tête” que teve a participação de Carlinhos Brown e Toni Garrido (Cidade Negra). Em 2004 gravou seu primeiro DVD com participações de Alcione e da bateria da Mangueira, vendendo mais de 50 mil cópias. A cantora foi destaque nos principais jornais mundiais como The New York Times, Le Monde e Washington Post. Além de comandar a maior festa de rua do mundo o Carnaval de Salvador Margareth Menezes já participou de festivais internacionais como Montreux Jazz Festival na Suíça, Ano do Brasil na França e Copa da Cultura em Berlim. Em 2010 foi uma das atrações brasileira a fazer show na África do Sul no período da Copa do Mundo.

Margareth Menezes já participou de vários projetos, dentre eles o Mulheres do Brasil onde cantou Chico Buarque ao lado de Elba Ramalho, Daniela Mercury, Paula Lima e Roberta de Sá. Revelando também o seu lado intimista com CD “Naturalmente” com canções de Nando Reis, Zeca Baleiro, Gilberto Gil, Arnaldo Antunes, Chico César e Roberto Mendes. Além de homenagear os amigos baianos Gilberto Gil e Caetano Veloso no CD e DVD “Para Gil e Caetano” gravado no Rio de Janeiro.

Em 2018 comemorou 30 anos de carreira com show Afro-pop brasileiro em Salvador. Agora Margareth Menezes se prepara para lançar suas novas aposta para o verão e carnaval baiano onde será homenageada em dos principais e mais antigos blocos da folia “Os Mascarados” além de voltar com seus ensaios e receber convidados especiais no Mercado Iaô todos os domingos de janeiro.

margareth-menezes_fotopag

contato




+55 11 3078-8558
Elton Meneses:
contato@pinymontoro.com.br
Rua José Maria Lisboa, 860 Cj 71
CEP: 01423-000 São Paulo – SP