André
Dias

Ator, cantor e diretor, formado em Artes Cênicas pela UNI-RIO, vem construindo ao longo dos anos, uma das carreiras mais sólidas no mercado de teatro musical. Estreou em 1991, na comédia musical A Princesa de Élida, de Molière. Seguiram-se trabalhos como YENTL(1992) dirigido por Cininha de Paula e La Ronde(1997),  dirigido por Marcus Alvisi. Em São Paulo integrou o elenco de RENT(1999), dirigido por Tânia Nardini; e Ópera do Malandro(2000) e Gota D ́Água(2001) sob a direção de Gabriel Villela. Voltou ao Rio em 2002 pra viver o bailarino e coreógrafo Lennie Dale em Elis – Estrela do Brasil, dirigido por Diogo Vilela.

Dentre seus últimos trabalhos destacam-se: Rádio Nacional; Avenida Q, pelo qual recebeu indicações aos Prêmios Shell, APTR e Qualidade Brasil de Melhor Ator (2009) e Era no Tempo do Rei, dirigido por João Fonseca, pelo qual conquistou o Prêmio APTR de Melhor Ator Coadjuvante em 2010. Em 2011 substituiu Eduardo Dussek no musical Sassaricando, de Charles Möeller e Claudio Botelho; esteve no musical BABY, dirigido por Fred Hanson, no Teatro João Caetano e em A Aurora da Minha Vida, escrito e dirigido por Naum Alves de Souza. Em 2012 integrou o elenco de Quase Normal, sob a direção de Tadeu Aguiar. Em 2013 estreou A Arte da Comédia e dividiu-se entre a temporada paulista de Quase Normal e a direção de Vingança, musical inspirado na obra de Lupicínio Rodrigues e que obteve mais de vinte indicações a diversos prêmios.

Na TV fez participações em JK (Rede Globo) e As Cariocas, dirigido por Daniel Filho (Globo/Lereby) ; em Babilônia (Rede Globo) e  em A Regra do Jogo (Rede Globo), no cinema esteve em O Xangô de Baker Street, de Miguel Faria Jr e interpretou Emmanuel em Chico Xavier, de Daniel Filho. Em 2014 interpretou o produtor Ezequiel Neves no musical Cazuza e dirigiu os espetáculos: Novelas, o musical no Rio de Janeiro, e In The Heights e Vingança, em São Paulo.

Em 2015 viveu o poeta Olavo Bilac em Bilac Vê Estrelas, adaptação do livro homônimo de Ruy Castro, dirigido por João Fonseca, que lhe rendeu indicações aos Prêmios Bibi Ferreira, Reverência e Cesgranrio de Melhor Ator; e em Ou Tudo Ou Nada (The Full Monty), dirigido por Tadeu Aguiar foi indicado a melhor ator coadjuvante aos Prémios APTR e Bibi Ferreira. Em 2016 esteve em cartaz em: 4 Faces do Amor, pelo qual foi indicado  a Melhor Ator em Musical no Prêmio arte Qualidade Brasil,; e em 33 Variações, ao lado de Nathalia Thimberg e Wolf Maya. Em 2017 interpretou o personagem Patrício na novela Novo Mundo da Rede Globo; esteve em  Édipo Unplugged e PRESSA com a CIA Fodidos Privilegiados, e interpretou Dr. Dreyfus em Se meu Apartamento Falasse, da dupla Charles Moeller e Claudio Botelho, conquistando o Prêmio Reverência de Melhor Ator Coadjuvante. Em 2018, interpretou o personagem GROA na novela Segundo Sol da Rede Globo.

 

_cai8531

contato




+55 11 3078-8558
Elton Meneses:
contato@pinymontoro.com.br
Rua José Maria Lisboa, 860 Cj 71
CEP: 01423-000 São Paulo – SP